Site Overlay

O fenômeno dos pinguins rechonchudos: do sucesso digital ao sucesso tangível | CULTURA NFT | Notícias NFT | Cultura Web3


cortesia da imagem do cabeçalho: mungo

A ascensão imparável dos pinguins rechonchudos

Pudgy Penguins, uma coleção NFT vibrante e distinta, mais uma vez conquistou as manchetes com um marco impressionante – mais de um milhão de brinquedos vendidos globalmente apenas no ano passado. Este feito foi orgulhosamente anunciado por Luca Schnetzler, CEO do projeto Pudgy Penguins NFT, enfatizando a expansão significativa do projeto nos mercados de varejo mundiais. A recente inclusão dos Pudgy Penguins nas lojas Goal nos Estados Unidos, conforme detalhado em um anúncio em 12 de maio, marca um momento essential na jornada do projeto, da arte digital à presença no varejo convencional.

A evolução dos pinguins rechonchudos

Lançada originalmente em 2021, a coleção Pudgy Penguins compreende 8.888 avatares de pinguins coloridos e exclusivos. Apesar de um início turbulento marcado por alegações de uma puxada de tapete sob sua liderança anterior, o projeto ressurgiu quando Schnetzler adquiriu a marca em 2022 por US$ 2,5 milhões. Esta aquisição estratégica e subsequente revitalização ressaltaram o apelo duradouro e o potencial da marca Pudgy Penguins no espaço NFT.

Além do digital: pinguins rechonchudos no mundo físico

A transição de tokens digitais para brinquedos físicos não só ampliou o alcance dos Pudgy Penguins, mas também melhorou a sua viabilidade de mercado. A disponibilidade de versões de brinquedos de pelúcia em grandes varejistas como Walmart e Goal é uma prova do amplo apelo e comercialização da marca. Esta expansão é ainda apoiada por um modelo inovador de royalties, onde os detentores de NFT se beneficiam diretamente das vendas de produtos físicos, ganhando royalties de 5% sobre a receita líquida. Este modelo não apenas incentiva a comunidade NFT, mas também estabelece um fluxo de receitas sustentável que alinha os interesses dos detentores de ativos digitais com a linha de produtos físicos.

Conclusão: um novo capítulo na criptografia do consumidor

A observação de Luca Schnetzler sobre a “revolução criptográfica do consumidor” sendo liderada por “pássaros gordos e que não voam” reflete uma tendência mais ampla em que os projetos NFT fazem a transição para produtos tangíveis, remodelando a interação do consumidor com ativos criptográficos. À medida que Pudgy Penguins continua a definir tendências tanto no domínio digital quanto no físico, continua sendo um estudo de caso significativo de como os NFTs podem criar valor e visibilidade no mundo actual.

DR: Pudgy Penguins, uma coleção NFT, alcançou um sucesso notável ao vender mais de um milhão de brinquedos em todo o mundo em apenas um ano. Este marco destaca sua expansão de avatares digitais para uma marca de varejo reconhecida globalmente, com benefícios inovadores de royalties para detentores de NFT.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 − 13 =