Site Overlay

Navio pirata interceptado pela marinha indiana, balas disparadas contra helicóptero


Vídeo: Navio Pirata Interceptado Pela Marinha Indiana, Balas Disparadas Contra Chopper

Isto acontece um dia depois de a Marinha Indiana ter respondido a um chamado SOS de um graneleiro com bandeira de Bangladesh.

Nova Delhi:

Um vídeo compartilhado pelo Marinha Indiana mostra um pirata somali atirando contra um helicóptero da Marinha que se aproximava de um navio sequestrado na sexta-feira. O navio de carga a granel com bandeira de Malta, ex-MV Ruen, foi sequestrado por piratas em 14 de dezembro e usado para realizar “atos de pirataria”, disse a Marinha.

Depois que um navio de guerra da Marinha Indiana interceptou o navio sequestrado, o piratas abriu fogo. O clipe de oito segundos mostra um pirata entrando no convés do navio e apontando sua arma para o helicóptero que paira sobre o navio sequestrado e atirando duas vezes.

“#IndianNavy frustra planos de piratas somalis de sequestrar navios que navegam pela região, interceptando o ex-MV Ruen. O ex-MV Ruen, que foi sequestrado por piratas somalis em # 14 de dezembro de 23, teria navegado como um navio pirata para a realização de atos de #pirataria em alto mar”, afirmou em comunicado.

A Marinha disse que agora está agindo em legítima defesa e apelou aos piratas para que se rendam e libertem quaisquer reféns que possam estar detidos.

“O navio foi interceptado pelo navio de guerra #IndianNavy em #15 de março. O navio abriu fogo contra o navio de guerra, que está tomando medidas de acordo com o direito internacional, em autodefesa e para combater a pirataria, com o mínimo de força necessária para neutralizar a ameaça dos piratas à navios e marítimos. Os piratas a bordo do navio foram chamados a render-se e libertar o navio e quaisquer civis que possam estar detidos contra a sua vontade”, acrescentou o comunicado.

Isto acontece um dia depois de a Marinha Indiana ter respondido a uma Chamada SOS de um graneleiro com bandeira de Bangladesh que foi apreendido por piratas na costa da Somália. Os piratas fizeram reféns os 23 tripulantes do navio no início desta semana, disse a Marinha.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 + 7 =