Site Overlay

Compass resolverá ações judiciais coletivas por US$ 57,5 ​​milhões


A corretora imobiliária Compass concordou em pagar US$ 57,5 ​​milhões em ações judiciais coletivas de vendedores de imóveis nos EUA na sexta-feira. O ações judiciais antitruste alegam que a empresa conspirou com outras corretoras e grupos comerciais para cobrar bilhões de dólares a mais aos vendedores de imóveis.

De acordo com Imprensa associadaos demandantes alegam que os corretores imobiliários têm forçado os vendedores de casas a pagar comissões “artificialmente inflacionadas” aos corretores.

Os proprietários tiveram que incluir uma oferta de compensação para os agentes do comprador ao listar propriedades à venda em bancos de dados do setor imobiliário, conforme O guardião. A não inclusão da oferta poderia supostamente fazer com que os agentes do comprador afastassem seus clientes da listagem.

Relacionado: Barbara Corcoran fala sobre acordo NAR: 'É uma época assustadora para corretores imobiliários'

A Compass não admitiu qualquer irregularidade e afirmou que o acordo não afetaria o seu funcionamento, por O verdadeiro negócio.

“O motivo pelo qual decidimos fazer um acordo é para que possamos minimizar as distrações e nos concentrar em atender você e seus clientes”, disse o CEO Robert Reffkin em um comunicado enviado por e-mail obtido pelo meio de comunicação.

Bússola junta-se Imóveis em qualquer lugar, Keller Williamse RE/MAX ao propor um acordo. As outras três grandes corretoras concordaram em pagar um whole combinado de US$ 209 milhões, de acordo com reportagem do The Actual Deal.

Relacionado: 'Todo mundo está com medo': Barbara Corcoran diz que agora é o 'melhor momento para comprar uma casa' – aqui está o porquê

De acordo com o mesmo meio de comunicação, o acordo proposto pela Compass inclui mudanças de práticas, como a criação de materiais de treinamento e o refinamento da comunicação com os agentes sobre comissões, que são semelhantes aos acordos de outras empresas.

Na semana passada, a Associação Nacional de Corretores de Imóveis finalizou um Acordo de ação coletiva de US$ 418 milhões que removeu as regras de comissão de vendas para corretores e agentes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 3 =